Compositores

Foto
Obras
Entrevista
Bibliografia
Partituras
Discografia
Áudio
Imagens
Vídeos
Multimédia
Programa Rádio
Programa Televisão
Outros
Dados de intérprete
Concluiu o Curso Superior de Piano no Conservatório Nacional de Lisboa em 1980 e a Licenciatura em História na Universidade Nova de Lisboa em 1983. Prosseguiu os seus estudos na Holanda com Alexander Hrisanide (Piano e Música de Câmara do séc. XX, Amesterdão) e com Klaas de Vries (Composição, Roterdão). Na Holanda, António Chagas Rosa foi professor da Classe de Ópera do Sweelinck Conservatorium de Amsterdão e maestro repetidor da Ópera Nacional Holandesa (De Nederlandse Opera). A sua produção inclui ciclos de canções, duas óperas e obras para orquestra de câmara e orquestra sinfónica, para além de peças para piano, percussão e conjuntos instrumentais. A sua segunda ópera – Melodias Estranhas -, sobre um libreto de Gerrit Komrij, foi encomendada pelas cidades de Roterdão e Porto (Casa de Música), Capitais Europeias da Cultura em 2001. A gravação do seu conto musical As Feiticeiras (Actes Sud), uma encomenda do Ensemble Musicatreize de Marselha, sobre poema de Maria Teresa Horta, recebeu em Paris, em 2007, o prémio Victoire de la Musique (Radio France). O seu idioma musical caracteriza-se por marcados gestos dramáticos e revela afinidades com o teatro, o cinema e filmes de animação. As suas obras têm sido tocadas nos mais diversos festivais internacionais de música, como os Encontros Gulbenkian (Lisboa), Wien Modern (Viena), Ensems (Valência), Festival Latino-Americano (Caracas), Festival da Musikhochschule de Zurique, Vokaal Festivaal (Amesterdão), Musica de Estrasburgo, etc. É professor auxiliar no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, onde ensina Música de Câmara e onde se doutorou em 2006 com uma tese sobre as relações entre ritmo e poesia na obra de Schoenberg. António Chagas Rosa (Junho de 2012)