Actualidade

1.º Encontro em Música, Tecnologia e Investigação

2022.05.16
[Foto: imagem ilustrativa · Luca Bravo no Unsplash]

A primeira edição dos Encontros em Música, Tecnologia e Investigação é um evento organizado pelo Concelho Científico do Centro de Investigação e Informação da Música Portuguesa (MIC.PT) com curadoria da compositora Isabel Soveral que decorrerá no dia 24 de Junho de 2022 no O’culto da Ajuda em Lisboa.
Este evento procura contribuir, globalmente, para o progresso e desenvolvimento das áreas disciplinares da criação, interpretação, teoria e tecnologia da música, dando prioridade a temáticas ligadas à criação contemporânea e tecnologia musical – análise e reflexão teórica sobre a criação e a interpretação com meios electrónicos. Apresenta-se como um fórum de discussão, incentivando a pesquisa musical sobre aspectos do pensamento estético e técnico no contexto da criação musical/ interpretação e a tecnologia.
Neste sentido, aceitam-se trabalhos nas seguintes domínios: · criação musical e a formação técnica de estúdio; · notação musical de obras electroacústicas; · escrita musical e a criação em estúdio; · desenvolvimento de novas ferramentas tecnológicas; · desenvolvimento de novas ferramentas teóricas na área da análise da Música Electroacústica;· interacção entre instrumentos acústicos e instrumentos electrónicos; · configuração espacial como parâmetro relevante na estrutura da narrativa musical da música electrónica.
É objectivo desta iniciativa contribuir para aumentar a literacia dos estudantes dos diversos ciclos de formação na área da criação musical, focando essencialmente a criação musical com meios electrónicos. Reforçaremos o carácter imprescindível da reflexão estética para uma correcta compreensão das grandes temáticas da criação contemporânea, com ou sem meios electrónicos, a aproximação crítica entre o potencial das novas tecnologias e o pensamento criativo, através da análise de obras e textos relevantes, e a reflexão teórica sobre as grandes referências das primeiras décadas da Música Concreta e Música Electrónica.
De inscrição gratuita, os interessados deverão preencher o Formulário de Inscrição e enviá-lo para oculto[at]misomusic.com, até ao dia 10 de Junho de 2022.

>> Formulário de Inscrição · 1.º Encontro em Música, Tecnologia e Investigação
>> mais info




Novos Cadernos da Criação Musical Portuguesa dos Séculos XX e XXI

2022.01.15

Em Janeiro de 2022 o MIC.PT lançou, no âmbito da série dos Cadernos da Criação Musical Portuguesa dos séculos XX e XXI, dois novos Cadernos, #13 e #22 (em colaboração com o Atelier de Composição do Porto), dedicados aos compositores: António de Sousa Dias e Armando Santiago. Esta Série de edições bilingues constitui uma «introspecção» no trabalho de cada uma das compositoras/ compositores editados pelo MIC.PT, sendo simultaneamente um incentivo para investigar e (re)descobrir a sua música, assim como a sua reflexão estética e filosófica. Cada um dos Cadernos é composto de uma nota biográfica, questionário/ entrevista ou artigo musicológico, catálogo de obras com duas ordenações (por instrumentação e por ordem cronológica) e ainda discografia. Dos 22 Cadernos 14 já estão disponíveis em versão impressa: #1 · Paulo Ferreira-Lopes; #2 · Sara Carvalho; #3 · António Ferreira; #4 · António Chagas Rosa; #5 · Bruno Gabirro; #7 · Patrícia Sucena de Almeida; #8 · Miguel Azguime; #10 · Pedro Rebelo; #12 · João Madureira; #15 · Isabel Soveral; #16 · Tiago Cutileiro; #18 · João Castro Pinto; #20 · [ka'mi] · #21 · Álvaro Salazar.




Lançamento: riZoma · Plataforma de Intervenção e Investigação para a Criação Musical

2021.07.01
[Imagem: logotipo · riZoma · projecto: Paulo Freitas]

riZoma é uma rede formada por um conjunto alargado de entidades portuguesas activas ligadas à criação, à educação, à interpretação e à investigação, com larga experiência no contexto da música erudita contemporânea. A Plataforma riZoma foi criada para estabelecer o diálogo e a articulação entre as entidades que a constituem e para falar a uma só voz junto do público e das tutelas, dando protagonismo ao esforço perpetrado por muitos e criando uma força nova que assenta no valor inestimável que a música erudita contemporânea criada em Portugal tem para a identidade cultural do nosso país.

>> riZoma · Apresentação
>> riZoma · Entidades
>> riZoma · Facebook

O Calendário on-line da riZoma constitui uma fonte indispensável de difusão e de informação do sector da música erudita contemporânea em Portugal, reunindo e revelando todas as actividades organizadas e promovidas por cada uma das entidades da riZoma, afirmando e evidenciando a riqueza deste setor no nosso país.

>> riZoma · Calendário




Espaço Crítica para a Nova Música · Reactivação

2021.01.04
[Foto: imagem ilustrativa · Luca Onniboni no Unsplash]

Em Dezembro de 2020 o MIC.PT reactivou o Espaço Crítica para a Nova Música, um fórum on-line para crítica livre e aberta, em que podem ser confrontadas de uma forma lata e profunda, opiniões firmes e gostos diferentes sobre as novas tendências na música criada em Portugal. É um lugar dedicado, por um lado, a estéticas e expressões múltiplas, fenómenos da criação, narrativas musicais, performances/ concertos/ espectáculos da música de arte actual, por outro, à sua relação com outras áreas, tais como artes visuais, dança, arquitectura, literatura, novas tecnologias, psicologia e sociologia. Fazendo referência às palavras do poeta, jornalista e escritor francês Anatole France, no Espaço Crítica para a Nova Música os críticos «contam as aventuras das suas próprias almas entre as obras-primas».
A partir de Dezembro o Espaço Crítica para a Nova Música conta com a colaboração regular de Pedro Boléo, crítico, jornalista, musicólogo e músico, cujos dois textos sobre dois concertos que decorreram no mês passado no O'culto da Ajuda e no CCB em Lisboa já estão disponíveis on-line. O primeiro, >> Diversas vozes despertas, diz respeito ao concerto pelo Lisbon Ensemble XX/ XXI que teve lugar no contexto da Extensão Emergência do Festival Música Viva 2020 e que no programa incluiu obras de cinco compositores portugueses. O segundo texto, >> Uma viagem donde não se sai ileso, é uma crítica ao concerto intitulado Utopia, no âmbito do qual os Solistas do Sond'Ar-te Electric Ensemble e a Camerata Alma Mater, sob a direcção de Pedro Neves, estrearam o novo Triplo Concerto da autoria de Miguel Azguime.


 

 

 

Espaço Crítica para a Nova Música

 

MIC.PT · Catálogo de Partituras

 

MIC.PT · YouTube