[ka'mi] Em Foco no MIC​.​PT no mês de Julho
Nascido em Lisboa em 1973, [ka'mi] é o compositor Em Foco no MIC.PT durante o mês de Julho.
O seu fascínio pela música começou muito cedo, o que o levou a estudar guitarra como autodidacta. Neste processo inicial esteve sempre presente uma vertente composicional, ora através da leitura de livros sobre teoria musical, ora através da procura de conceitos que pudessem ser integrados na sua forma de tocar. Em 2001 [ka'mi] licenciou-se em Ciências Musicais (FCSH - Universidade NOVA de Lisboa) e ingressou na Escola Superior de Música de Lisboa, no curso de Composição, onde teve como professores Christopher Bochmann, António Pinho Vargas, Luís Tinoco e João Madureira.
Entre 2005-08 participou nos Workshops para Jovens Compositores da Orquestra Gulbenkian com as peças Fragment, Glosa (In Memoriam) e Peça para Eça. Presentemente reside na Áustria onde, como aluno de Doutoramento na Universität für Musik und Darstellende Kunst Wien, tem desenvolvido um estudo sobre a microtonalidade. Na qualidade de compositor e co-organizador, [ka'mi] trabalha com o Ensemble Platypus (Áustria) com o qual estreou várias obras, incluindo wyschnegradsky_re-revisited, a 6 de Junho de 2018 na Associação Alte Shmiede em Viena.
"Ver música em tudo o que me rodeia não é uma opção, não é uma escolha, nem mesmo uma pretensão, senão uma forma de ser e de estar na vida e no mundo", diz-nos [ka'mi] na Entrevista que este mês publicamos na secção Em Foco e também no Dossier n.º 20, dedicado à obra deste compositor editado pelo MIC.PT.
Foto: [ka'mi]
actividades dos compositores editados pelo MIC​.​PT
Sara Carvalho

A obra episódio de intervalo (II) (2016) para soprano, clari-nete e piano de Sara Carvalho, com-positora editada pelo MIC.PT, faz parte do programa do espectáculo de Marina Pacheco (soprano), Horácio Ferreira (clarinete) e Pedro Costa (piano), que vai decorrer no dia 3 de Julho na Casa da Música no Porto. O programa do concerto inclui também peças de: Ralph Vaughan Williams, Eugène Bozza, Franz Schubert, Charles Gounod, Donato Lovreglio, Gustav Mahler e John McCabe. "Para mim, a música é incapaz de não exprimir algo. Ela tem o poder de induzir o que Walton chamou de imagenings, isto é, a música induz representações imaginativas. E penso que é desta forma que nós a entendemos, quando tentamos fazer sentido daquilo que ouvimos" - diz Sara Carvalho na Entrevista dada ao MIC.PT em Dezembro de 2014 e disponível no Dossier do MIC.PT dedicado à obra da compositora.
António Pinho Vargas

A obra de António Pinho Vargas (com-positor editado pelo MIC.PT, pianista, improvisador, inves-tigador e musicó-grafo) Montagem: Orson Welles - Quarteto de Cordas n.º 4​ (2018), será estreada no próximo dia 19 de Julho no Cine-Teatro Garrett, no contexto do 40.º Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim (FIMPV). Este espectáculo, que na sua programação inclui também obras de Ernest Chausson, Dmitri Shostakovich, assim como dos finalistas do 11.º Concurso Internacional de Composição da Póvoa de Varzim (Carlos Lopes e Rodrigo Bacelar), conta com a participação dos músicos do Quarteto Verazin (Diogo Coelho e Jorman Torres . violino; Mateusz Stasto . violeta; Ana Luísa Marques . violoncelo) e de Sérgio de A. (piano). A obra Montagem: Orson Welles - Quarteto de Cordas n.º 4 é uma encomenda a António Pinho Vargas do 40.º Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim.
Jonas Runa

Call Center: Sinfonia Electroacústica, Pop Galo: Cinco Com-posições de Som e Luz e Egéria: Codex Lux são três obras desenvolvidas por Jonas Runa, compositor editado pelo MIC.PT, para as esculturas Call Center, Pop Galo e Valquíria Egéria de Joana Vasconcelos, que integram a exposição I’m Your Mirror desta artista, patente no Museu Guggenheim em Bilbao até ao dia 11 de Novembro. Na obra Call Center: Sinfonia Electroacústica Jonas Runa transformou a escultura de Joana Vasconcelos num instrumento musical, para compor uma sinfonia eletroacústica para 168 telefones que dão forma à monumental "pistola Beretta"; Pop Galo: Cinco Composições de Som e Luz é uma obra para a qual o artista criou cinco peças, luminosas e sonoras, que podem ser activadas pelo público; e Egéria: Codex Lux é uma composição luminosa em oito andamentos que evoca a mítica viajante Egéria.
Daniel Schvetz

A obra Anagnóstis (2017-18), para acordeão solo, de Daniel Schvetz, com-positor editado pelo MIC.PT, será estre-ada por Fernando Brites no dia 17 de Julho na Casa da Música no Porto, no contexto do Concerto de Laureados do Folefest. O programa deste evento, em que participará também o sexteto Colapseis, inclui ainda a música de Anatoly Kusiakov, Volodymyr Runchak, Reine Jonsson, Astor Piazzolla e Paulo Jorge Ferreira (estreia absoluta da obra Lumen). O Folefest tem um papel crucial na divulgação do acordeão erudito, através de um Concurso e de um Festival que têm dado a conhecer instrumentistas e repertório de qualidade excepcional. Adicionalmente, no início do mês - dia 2, no contexto do 7.º Seminário Música, Teoria Crítica e Comunicação na Universidade Nova de Lisboa - Daniel Schvetz apresentará o seu Concerto para Bandoneón e Orquestra (2011).
Jaime Reis

A obra Sangue Inverso - Inverso Sangue - Magnetite e Âmbar | Ametista e Granito (2015-18) de Jaime Reis faz parte do Concerto de Abertura BE connect WaFl pelo ensemble belga Fractales - a decorrer no dia 1 de Julho em Bruxelas. Em Julho, no dia 20, começa também a residência artística deste compositor editado pelo MIC.PT no ZKM - Centro para Arte e Média (Karlsruhe) na Alemanha. Esta residência, que vai decorrer até ao dia 20 de Agosto, tem como objectivo a composição de uma nova obra para o quarteto de guitarras Aleph, dedicado à interpretação da música da actualidade. Adicionalmente, com a obra Fluxus, pas trop haut dans le ciel (2017) Jaime Reis é um dos finalistas na Categoria B do 10.º Concurso de Composição Ausmática Métamorphoses. A final do concurso terá lugar no dia 24 de Outubro, durante o Festival L'Espace du Son no Teatro Marni em Bruxelas.
40.º Festival Internacional de Música e 11.º Concurso Internacional de Composição da Póvoa de Varzim

O júri do 11.º Concurso Internacional de Composição da Póvoa de Varzim (CICPV) constituído por António Pinho Vargas (presidente) e Carlos Caires - compositores editados pelo MIC.PT - e Sérgio Azevedo, anunciou a selecção das duas obras concorrentes apuradas para a Final do próximo dia 19 de Julho, em concerto integrado no 40.º Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim (FIMPV). As obras finalistas do CICPV 2018 são: Recorda de Rodrigo Bacelar e Tragoidia de Carlos Lopes, ambas as peças para quarteto de cordas. O júri decidiu também atribuir uma Menção Honrosa a Quimera Etérea de Inés López. A 40.ª edição do FIMPV vai decorrer entre os dias 6 e 28 de Julho, sendo que a sua programação integra vários espectáculos, alguns deles com música de Compositores Portugueses: Fernando Lopes-Graça (dia 10 . recital para piano por Pedro Burmester); Armando José Fernandes (dia 13 . concerto do Trio Adamastor; Filipa Portela - soprano; João Araújo - piano); António Pinho Vargas - estreia de Montagem: Orson Welles - Quarteto de Cordas n.º 4 (dia 19 . concerto do Quarteto Verazin; Sérgio de A. - piano). O programa do FIMPV 2018 é também constituído por masterclasses e uma conferência por Rui Vieira Nery na abertura do evento (dia 6) - Vianna da Motta e a Construção de uma Identidade Musical Portuguesa.
Foto: imagem ilustrativa
Música em primeira mão . concertos do GMCL
com música de Compositores Portugueses

Música em primeira mão (1) é o título do ciclo de dois concertos do GMCL - Grupo de Música Contemporânea de Lisboa sob a direcção de Pedro Figueiredo, a decorrer em Julho nos dias 5 e 14 em Covilhã e Alhandra, respectivamente. O programa destes espectáculos, dedicados inteiramente à música portuguesa dos séculos XX e XXI, inclui obras dos três compositores editados pelo MIC.PT - estreia absoluta de Lalula: a triple trio de Christopher Bochmann, Interferências de Clotilde Rosa, assim como Llanto por Mariana e Sine Nomine de Jorge Peixinho; e ainda três peças de Filipe Pires (Monólogos, Metronomie e Elegia a Madrid).
Foto: GMCL
Compositores Portugueses no âmbito da 15th Sound
& Music Computing Conference . Sonic Crossings

A decorrer entre 4-7 de Julho em Limassol no Chipre, a 15th Sound & Music Computing Conference Sonic Crossings é uma iniciativa do Departamento de Comunicação e Estudos de Internet na Universidade de Tecnologia do Chipre, em que participarão vários compositores portugueses da actualidade. No dia 6, durante um espectáculo no Teatro Rialto, o Chronos Ensemble apresentará a obra Towdah de João Pedro Oliveira (compositor editado pelo MIC.PT) e Comprovisação n.º 9 de Pedro Louzeiro, com Henrique Portovedo responsável pela realização da parte solista no saxofone aumentado e o próprio compositor pelo controlo da partitura em tempo real; a interpretação desta obra será acompanhada pela apresentação de um artigo científico. Outro compositor português presente na SMC 2018 é Carlos Guedes, que, também no dia 6, participará na sessão Computational Musicology - Modeling Carnatic Rhythm Generation: a Data Driven Approach Based on Rhythmic Analysis.
Foto: imagem ilustrativa
Novidades MIC​.​PT
PEDRO JUNQUEIRA MAIA
Nova Página de Compositor no MIC.PT

A partir de Julho o MIC.PT disponibiliza on-line uma nova Página de Compositor dedicada a Pedro Junqueira Maia, compositor que nasceu no Porto em 1971 e que na Escola Superior de Música do Porto estudou com Cândido Lima, Álvaro Salazar e Filipe Pires, vindo a concluir, na congénere lisboeta, o Curso Superior de Composição. Com obras apresentadas em Portugal e no estrangeiro, o seu trabalho musical abrange a música de câmara, solista, electrónica, mista e cénica e centra-se na procura da integração entre elementos improvisados e estritamente escritos. Paralelamente à actividade de compositor fundou o Atelier de Composição com o qual tem editado várias publicações (impressas e áudio), bem como organizado concertos, conferências, exposições e encontros com, e sobre, compositores portugueses. Pedro Junqueira Maia é professor de Análise Musical no Departamento de Música do Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho.
Foto: Bruno Nacarato
 
música hoje na antena 2
13 de Julho de 2018, à 1h00
Novas edições . Nova Música

Um programa inteiramente dedicado a novas edições de música lançadas em Portugal, propondo a escuta de obras da actualidade em gravações efectuadas nos últimos anos. Música de invenção e pesquisa da actualidade, em obras na sua maioria muito pouco conhecidas dos ouvintes, mas que merecem uma atenção especial pela originalidade das propostas estéticas e a qualidade dos seus intérpretes.

27 de Julho de 2018, à 1h00
Novas Edições . Música Portuguesa

Música Hoje dedica esta emissão a novas edições de música contemporânea portuguesa, incluindo obras de música improvisada da actualidade em novíssimas gravações que mostram a qualidade e a vitalidade da música de invenção e pesquisa da actualidade. Incluindo algumas edições recentes em vinil de obras de música de compositores portugueses.
Novas partituras no MIC​.​PT
A edição de partituras pelo MIC.PT tem como alvo a distribuição de partituras de obras de compositores portugueses, fomentando a escolha de obras portuguesas por parte de músicos e programadores; e ainda o seu estudo no meio académico. Novas partituras no MIC.PT:
Paulo Bastos, Íris-abandono... (2016)
vibrafone
Christopher Bochmann, As sombras do sol (2017)
flauta, trompa, trombone, percussão, 2 violinos,
viola, violoncelo
Christopher Bochmann, Fear no more
the heat o’ the sun
(2016)
12 instrumentos
António Ferreira, About the Shovel and the Atom (2017)
flauta, fagote, trompete, 2 trombones, violino, violoncelo
EDIçÕES DIGITAIS MIC​.​PT
[ka'mi] . Dossier n.º 20 (PT)

Este mês de Julho, no contexto da série dos Dossiers . Compositores Portugueses dos séculos XX e XXI, editamos e disponibilizamos on-line uma nova publicação - a versão portuguesa do Dossier n.º 20 dedicado a [ka'mi].

Edição: MIC.PT
estreias recentes
Sérgio Azevedo
Concertino para piano e orquestra

2 de Junho, Auditório Municipal Ruy de Carvalho, Carnaxide
Diana Botelho Vieira . piano
Nikolay Lalov . direcção artística
Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras
[ka'mi]
wyschnegradsky_re-revisited

6 de Junho, Alte Schmiede, Viena, Áustria
Alexander J. Eberhard . viola
Igor Gross . vibrafone
Wolfgang Musil . electrónica
Diogo Novo Carvalho
RUO

7 de Junho, Festival 20.21 - Évora Música Contemporânea, Teatro Garcia de Resende
Francisco Berény . guitarra
Amílcar Vasques-Dias
Uma Serpente na Yuca

7 de Junho, Festival 20.21 - Évora Música Contemporânea, Teatro Garcia de Resende
Francisco Berény . guitarra
Igor C. Silva
Blood Ink

8 de Junho, Blue Note Zaal, Conservatorium van Amsterdam, Países Baixos
Tatiana Rosa . flauta
Maija Anttila . clarinete
Sarah Claman . violino
Kevin Kirs Verstege . violoncelo
Agostinho Sequeira . percussão
Verena Barie & Katri Antikainen . projecção sonora
João Pedro Oliveira
Dark Energy

8 e 9 de Junho, Conservatório e Q-Factory, Amsterdão, Países Baixos
Duo Contracello
Miguel Rocha . violoncelo
Adriano Aguiar . contrabaixo
Jaime Reis . técnico de audiovisual
Vasco Mendonça
Step Right Up

15 de Junho, Grande Auditório, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa
Orquestra Gulbenkian
Benjamin Shwartz . maestro
Roger Muraro . piano
Filipe Lopes
Variações sobre Espaço #6

15 de Junho, ICLI 2018 - International Conference on Live Interfaces, Casa da Música, Porto
Gilberto Bernardes . saxofone
Filipe Lopes . electrónica
João Pedro Oliveira
Mercury

18 de Junho, Festival New Music: Touchpoints,
Lisboa Incomum
Carlos Silva . clarinete
Carlos Alberto Augusto
ECOS Coimbra

23 de Junho, Sons da Cidade, Praça do Comércio, Coimbra
Simantra - Grupo de Percussão
Carlos Alberto Augusto . projecção sonora
Miguel Azguime
Tudo concorre sem saber para um ponto exacto

23 de Junho, Voz Extraordinária, Festas de Lisboa 2018, O'culto da Ajuda
Marina Pacheco . soprano
Miguel Azguime
Mon silence silencie

23 de Junho, Voz Extraordinária, Festas de Lisboa 2018, O'culto da Ajuda
Marina Pacheco . soprano
Miguel Azguime
A Narrativa do Espaço

23 de Junho, Voz Extraordinária, Festas de Lisboa 2018, O'culto da Ajuda
Marina Pacheco . soprano
António Chagas Rosa
Chants de Teika (Fujiwara no Sadaie)

30 de Junho, Voz Extraordinária, Festas de Lisboa 2018, O'culto da Ajuda
Duo Tágide
Inês Simões . soprano
Daniel Godinho . piano
Agenda Catálogo de Partituras MIC.PT Espaço Crítica para a Nova Música PT MIC.PT EN MISOMUSIC.COM MIC.PT Youtube IAMIC Facebook Desactivar Subscrição