actividades dos compositores editados pelo MIC​.​PT
João Pedro Oliveira

A ​obra ​audiovisual ​Tesseract ​(2017) de João Pedro Oliveira, encomenda do Festival Mixtur 2018, estreada no âmbito deste evento em Barcelona no passado mês de Abril, ganhou o Primeiro Prémio ex aequo no 11.º Concurso da Fundação Destellos (Argentina) na Categoria de Música Visual (a outra peça premiada nesta categoria é D'ombre et d'équilibre de Gaël Tissot). Em Junho outra obra deste compositor editado pelo MIC.PT - Neshamah, acusmática de 8 canais com vídeo (2016) - será apresentada no Museu Cultural de Santa Fe (Estados Unidos) no contexto do Festival Currents New Media 2018 - a decorrer entre os dias 8 e 24. Adicionalmente, este mês João Pedro Oliveira irá orientar oficinas de composição no contexto da iniciativa organizada pelo Festival DME e Kyiv Contemporary Music Days nos dias 12-16 de Junho (masterclasses) e 11-22 de Junho (festival) em Lisboa - 4th International Masterclasses for Composers.
Igor C. Silva

Com ​Plastic Air ​(2016), para duo flexível, electrónica e vídeo/iluminação, Igor C. Silva ganhou uma Recomendação na​ Categoria ​Composers Under 30 da 65.ª Tribuna Internacional de Compositores (14-19 de Maio, Budapeste), uma iniciativa da IMC - International Music Council da qual o MIC.PT é membro. Em Junho a música deste compositor editado pelo MIC.PT será apresentada em várias localidades: no dia 8 decorrerá a estreia da peça Blood Ink (2015), para pequeno ensemble e electrónica na Blue Note Zaal em Amsterdão; nos dias 10 e 16 em Madrid e Aveiro, Henrique Portovedo (saxofone) e Francisco Martínez (electrónica) interpretarão a peça Numb (2015) para saxofone barítono e electrónica; e nos dias 13 e 29 em Manchester (Kinetic Manchester) e em Kalamazoo na Western Michigan University (Splice Ensemble) serão apresentados programas que incluem a obra Smart-alienation (2016), para ensemble flexível, electrónica e vídeo.
Carlos A. Augusto

ECOS ​Coimbra ​(2018), para seis percussionistas e altifalantes é uma nova obra de Carlos Alberto Augusto - compositor editado pelo MIC.PT - que foi escrita para a 5.ª edição do projecto Sons da Cidade. A estreia absoluta desta peça decorrerá a 23 de Junho na Praça do Comércio em Coimbra, e será realizada pelo Simantra - Grupo de Percussão, com Carlos Alberto Augusto a executar a espacialização sonora. Sons da Cidade é uma celebração da inscrição da Universidade de Coimbra - Alta e Sofia na Lista do Património Mundial da UNESCO sob o signo da reflexão e intervenção artística. Co-organizado pelo Jazz ao Centro Clube, a Câmara Municipal de Coimbra e a Universidade de Coimbra, o programa convida à deambulação e propõe a (re)descoberta e novas leituras da Cidade através do cruzamento de vários patrimónios.
Pedro Amaral

A obra ​Deux portraits imaginaires ​(2013) para orquestra de câmara de Pedro Amaral faz parte do concerto pela Orquestra Clássica da Madeira, sob a direcção deste compositor editado pelo MIC.PT, que decorrerá a 16 de Junho na Assembleia Legislativa da Madeira (Funchal). Este programa inclui também obras de Emmanuel Séjourné (Concerto para Marimba, Vibrafone e Orquestra; 2012) e Ludwig van Beethoven (Sinfonia n.º 7; 1812). Como revela Pedro Amaral na nota de programa à sua obra: "Deux portraits imaginaires é uma peça «programática». Na sua base está um diálogo entre duas personagens: Fausto, na leitura que dele nos deixou Fernando Pessoa, e Maria, não Margarida como em Goethe, que representa o amor impossível. A música, puramente instrumental, procura pintar o retrato de cada uma delas, da sua personalidade profunda e do seu estado psicológico no momento em que dialoga com a outra..."
Miguel Azguime

A 9 de Junho no Liceu Passos Manuel o espec-​táculo Dizer... As Palavras dos Poetas, que resulta de uma colaboração de Miguel Azguime com a Companhia Maior, vai abrir a Noite da Literatura Europeia 2018 em Lisboa. Esta é uma performance tacteante na busca das multiplicidades sonoras, emocionais e cognitivas dos poemas de autores portugueses (Mário de Sá Carneiro, Fernando Pessoa, Eugénio de Andrade, Herberto Helder, ...), durante a qual a Companhia Maior constitui um “coro falado” dirigido por Miguel Azguime. Também em Junho, nos dias 22-23, serão apresentadas quatro obras deste compositor editado pelo MIC.PT no ciclo Voz Extraordinária (O'culto da Ajuda em Lisboa); são elas: Aliterações de Água (2017), Tudo concorre sem saber para um ponto exacto (estreia; 2012-18), Mon silence silencie (estreia; 1999-2018) e A Narrativa do Espaço (estreia; 2001-18).
Música de Sofia Sousa Rocha e Fernando C. Lapa
pela Orquestra de Cordas Dedilhadas do Minho

Obras de dois compositores editados pelo MIC.PT - aproximações (2017) para ensemble de guitarras e dois adufes de Sofia Sousa Rocha e Canções tradicionais transmontanas (2016), versão para orquestra de guitarras, de Fernando C. Lapa - serão apresentadas no dia 9 de Junho no 1.º Festival de Música d’Ponte em Braga. O programa deste concerto, na interpretação pela Orquestra de Cordas Dedilhadas do Minho, Helena Pereira e Beatriz Martinho (percussão), e com a direcção musical de Charles Roussin, inclui também peças de Antonio Vivaldi, Ernani Aguiar, Celso Machado e Astor Piazzola. A criação da Orquestra de Cordas Dedilhadas do Minho tem na sua base a ideia de associar instrumentos da mesma família dos cordofones, alguns dos quais têm raízes ancestrais e culturais sumamente acentuados e reconhecidos na região do Minho, nomeadamente: a guitarra, a viola braguesa, o cavaquinho e a guitarra portuguesa.
Música de Compositores Portugueses
no Festival 20.21 - Évora Música Contemporânea

A 1.ª edição do Festival 20.21 - Évora Música Contemporânea, organizado pela Câmara Municipal de Évora e com a direcção artística de Amílcar Vasques-Dias, decorrerá entre 6-10 de Junho no Teatro Garcia de Resende e na Praça do Giraldo. Como enfatiza Amílcar Vasques-Dias "a programação do festival, reflectindo o carácter abrangente da música erudita contemporânea cujas raízes mais próximas se encontram na música do século XX, apresenta obras de autores e intérpretes maioritariamente portugueses". No programa do Festival destacam-se concertos do Quarteto Lopes-Graça (com obras de Joly Braga Santos e Amílcar Vasques-Dias), e vários recitais para instrumentos solo, com ou sem electrónica, de Francisco Berény (guitarra), Nuno Aroso (percussão), Carlos Canhoto (saxofone) e Ana Telles (piano), durante os quais serão apresentadas obras de vários compositores editados pelo MIC.PT: Christopher Bochmann, Sara Carvalho, Amílcar Vasques-Dias, João Pedro Oliveira, Eduardo Luís Patriarca, Luís Antunes Pena, Jaime Reis e José Carlos Sousa; e ainda peças de Diogo Novo Carvalho, Álvaro Salazar, Bach, Berio, Léo Brouwer, Panayotis Kokoras (estreia em Portugal), Lei Liang e Maurice Ohana. Manifestando uma grande variedade de estilos e opções estéticas, o programa do Festival 20.21 inclui também um concerto do invulgar formato insturmental TGB - tuba, guitarra e bateria de Sérgio Carolino, Mário Delgado e Alexandre Frazão; a palestra-concerto José Afonso: de ouvido e coração; assim como um espectáculo multimédia com performance ao vivo de Laurent Rossi - Uma História da Trompa.
Música de Compositores Portugueses no ciclo
Voz Extraordinária . Festas de Lisboa 2018

Voz Extraordinária é um ciclo de quatro espetáculos organizados pela Miso Music Portugal no O'culto da Ajuda, no contexto das Festas de Lisboa de 2018, cuja programação inclui obras de vários compositores editados pelo MIC.PT. No primeiro concerto do ciclo - a 22 de Junho - Katia Guedes (soprano) irá apresentar um repertório composto de sete obras: Aliterações de Água (2017), para soprano e electrónica de Miguel Azguime; e ainda estreias mundiais e portuguesas das obras de de Rainer Ruppert, Martin Daske, Jocy de Oliveira, Suzanne Stelzenbach, Charlotte Seither e da própria cantora. No dia seguinte - 23 de Junho - três estreias de obras de Miguel Azguime (Tudo concorre sem saber para um ponto exacto, 2012-18; Mon silence silencie, 1999-2018; A Narrativa do Espaço, 2001-18), entrelaçadas com peças de Kaija Saariaho, Cathy Berberian e do outro compositor editado pelo MIC.PT - Eduardo Luís Patriarca (Entre o princípio e o fim, 2016) - constituirão o recital de Marina Pacheco (soprano). O ciclo Voz Extraordinária continuará no fim-de-semana de 29-30 de Junho, com espectáculos pelos duos: Savina Yannatou (voz) e Joana Sá (piano) - que assume o universo da canção como material plástico, extensível e transfigurável; e Inês Simões (soprano) e Daniel Godinho (piano) - Duo Tágide - cujo concerto inclui a estreia absoluta da obra Chants de Teika (Fujiwara no Sadaie) (2011) de António Chagas Rosa (compositor editado pelo MIC.PT), e ainda a música de Igor Stravinsky e George Crumb.
Música de Compositores Portugueses
pelo Duo Contracello

Obras dos cinco compositores editados pelo MIC.PT - Peaceful Meeting (2016) de Clotilde Rosa, E(H)LLE(M) - Sete momentos em forma de trança (2017) de Ângela Lopes, Anamorphoses VIII (2014) de Isabel Soveral, Fluxus, Drag (2015) de Jaime Reis e Dark Energy (estreia absoluta; 2018) de João Pedro Oliveira - compõem o programa que o Duo Contarcello irá apresentar no dia 1 de Junho em Seia, e também nos dias 8 e 9 nos Países Baixos em Amsterdão. Este projecto intitulado Ver os Sons, Ouvir Imagens é um espectáculo multimédia, em que participam Miguel Rocha (violoncelo), Adriano Aguiar (contrabaixo) e Jaime Reis (projecção audiovisual). Aqui os sons dos instrumentos interagem de uma maneira orgânica com as “camadas visuais” criadas por Mariana Irene Aparício, Paulo Raposo, Inês Silva e João Pedro Oliveira.
Música de Compositores Portugueses
por Henrique Portovedo

Numb (2015) para saxofone barítono e electrónica e Dialogismos (2012) para saxofone alto e electrónica são duas obras dos compsoitores editados pelo MIC.PT - Igor C. Silva e Nuno Peixoto de Pinho, respectivamente - que fazem parte do programa Música para o terceiro milénio do saxofonista Henrique Portovedo e de Francisco Martínez (electrónica). Este repertório, que inclui também peças de Michael Edwards (Flung me, foot trod), Eneko Vadillo (estreia mundial de Murano 2) e Dativo Tobarra (estreia mundial de Estreno), será apresentado durante dois espectáculos (organizados no contexto do projecto Iberian Sax e da residência de Henrique Portovedo na Fundación SaxEnsemble) - no dia 10 de Junho no Auditorio del Museo de Lázaro Galdiano em Madrid (Espanha), e no dia 16 no Conservatório de Música de Aveiro Caloutse Gulbenkian.
 
música hoje na antena 2
1 de Junho de 2018, à 1h00
Voz Extraordinária

Música Hoje dedica esta emissão à voz contemporânea, a propósito da realização no O'culto da Ajuda, em Lisboa, de quatro recitais integrados nas Festas de Lisboa 2018 durante o mês de Junho, nos dias 22, 23, 29 e 30 às 21h30, protagonizados por Katia Guedes, Marina Pacheco, o Duo Savina Yannatou e a pianista Joana Sá, e o Duo Tágide com Inês Simões e o pianista Daniel Godinho. Quatro nomes maiores da voz contemporânea mostram do que a extraordinária voz é capaz nos séculos XX e XXI. Oportunidade para escutar algumas obras de referência internacionais e obras do nosso tempo de compositores portugueses.

15 de Junho de 2018, à 1h00
Novas edições - música portuguesa

Música Hoje dedica esta emissão a novas edições de música contemporânea portuguesa, incluindo obras de música improvisada da actualidade em novíssimas gravações que mostram a qualidade e a vitalidade da música de invenção e pesquisa da actualidade. Entre as edições que escutaremos está o mais recente CD de Turbamulta, com os intérpretes Eduardo Raon, Joana Sá, Luís André Ferreira, Luís José Martins e Nuno Aroso

29 de Junho de 2018, à 1h00
Novas edições - nova música

Um programa inteiramente dedicado a novas edições de música lançadas em Portugal, propondo a escuta de obras da actualidade em gravações efectuadas nos últimos anos. Música de invenção e pesquisa da actualidade, em obras na sua maioria muito pouco conhecidas dos ouvintes, mas que merecem uma atenção especial pela originalidade das propostas estéticas e a qualidade dos seus intérpretes. Entre as edições que escutaremos está o mais recente CD do clarinetista Hugo Queirós.
Novas partituras no MIC​.​PT
A edição de partituras pelo MIC.PT tem como alvo a distribuição de partituras de obras de compositores portugueses, fomentando a escolha de obras portuguesas por parte de músicos e programadores; e ainda o seu estudo no meio académico. Novas partituras no MIC.PT:
Paulo Ferreira-Lopes, Purity I (2014)
flauta, clarinete em Sib/clarinete baixo, piano, violino
e violoncelo
Paulo Ferreira-Lopes, Seven Short Songs From The Forgotten Book (2012)
quarteto de cordas
Paulo Ferreira-Lopes, A menina dos fósforos (2011)
flauta, clarinete em Sib/clarinete baixo, piano, violino
e violoncelo
Paulo Ferreira-Lopes, a-Len Verses (1999)
doze vozes
novos CD no MIC​.​PT
Borealis Ensemble . Música nova
para instrumentos antigos (II)

Obras de Daniel Schvetz, Cândido Lima, Vasco Negreiros, Rui Penha, entre outros compositores
Intérpretes: Borealis Ensemble - Helena Marinho (piano) . António Carrilho (flautas de bisel) . Javier Aguirre (viola da gamba)

Edição: MPMP/UA
estreias recentes
Daniel Davis
analogous...

2 de Maio, Cine-Teatro Avenida, Castelo Branco
Horácio Ferreira . clarinete
Clotilde Rosa
Monólogo

11 de Maio, Homenagem a Clotilde Rosa, Centro Cultural de Belém, Lisboa
Jorge Martins . barítono
Grupo de Música Contemporânea de Lisboa
Clotilde Rosa
Interferências . 2.ª versão

11 de Maio, Homenagem a Clotilde Rosa, Centro Cultural de Belém, Lisboa
Grupo de Música Contemporânea de Lisboa
José Luís Ferreira
Spinning II

14 de Maio, Auditório Vianna da Motta, Semana da Composição 2018 da ESML, Lisboa
José Pedro Ribeiro e Mariana Godinho . piano
Pedro F. Finisterra
The Nymphus - Mithras Initiation Rite Level 2

16 de Maio, Goodenough College, Londres, Reino Unido
Natalie Davis . Voz
Florian Panzieri . Nymphus, The Initiate
Joel Terrin . Mystagogue
Ashley Beauchamp . piano
Michael Papadopoulos . direcção
Pedro Lima
12 Steps

16 de Maio, Goodenough College, Londres, Reino Unido
Rosaline Warner . Bottom
William Searle . Fall Boy
Christophe Bournet . Top
Ashley Beauchamp . piano
Michael Papadopoulos . direcção
Hugo Vasco Reis
Micro Images for Piano

17 de Maio, NETZWELLEN, Großer Sendesaal da SR Radio em Saarbrücken, Alemanha
Martin Tchiba . piano
Bernardo Lima
Duas Pequenas Peças para Piano

23 de Maio, Reencontros 21, Casa da Música, Porto
João Casimiro Almeida . piano
Carlos Caires
Pianíssimo

25 e 26 de Maio, Auditório Vianna da Motta, ESML, Lisboa
Ana Telles Bereau . piano
Orquestra de Sopros da ESML
Alberto Roque . direcção
Luís Tinoco
O Caminho de Teseu

25 e 26 de Maio, Auditório Vianna da Motta, ESML, Lisboa
Alberto Roque . saxofone soprano/barítono
Orquestra de Sopros da ESML
Jean-Marc Burfin . direcção
Fábio Cachão
points, shapes and colour

27 de Maio, Temporada Darcos 2018, Culturgest, Lisboa
Ensemble Darcos: Nuno Côrte-Real . direcção musical
José Pereira . violino
Reyes Gallardo . viola
Filipe Quaresma . violoncelo
Helder Marques . piano
João Madureira
Arcos para Pärt

27 de Maio, Temporada Darcos 2018, Culturgest, Lisboa
Ensemble Darcos: Nuno Côrte-Real . direcção musical
José Pereira . violino
Reyes Gallardo . viola
Filipe Quaresma . violoncelo
Helder Marques . piano
Tomás Borralho
Quarteto de piano

27 de Maio, Temporada Darcos 2018, Culturgest, Lisboa
Ensemble Darcos: Nuno Côrte-Real . direcção musical
José Pereira . violino
Reyes Gallardo . viola
Filipe Quaresma . violoncelo
Helder Marques . piano
Miguel Azguime
Trabalhos da Madeira

31 de Maio, Centro Cultural de Belém, Lisboa
Pedro Carneiro . marimba
Intercâmbio . novas composições contemporâneas por jovens e para jovens

Intrecâmbio é um espectáculo que vai decorrer no próximo dia 5 de Junho no Espaço Lisboa Incomum, organizado em parceria entre o Festival DME (Dias de Música Electroacústica), Associação Arte no Tempo, EACN - Escola Artística do Conservatório Nacional (Lisboa) e EMNSC - Escola de Música Nossa Senhora do Cabo (Linda-a-Velha). O programa do evento inclui numerosas obras com electrónica de compositores portugueses da actualidade, representantes de diferentes gerações, vários deles editados pelo MIC.PT: Christopher Bochmann, Cândido Lima, Ângela Lopes, Jaime Reis e António Chagas Rosa; e também: Diogo Almeida, Dinis Campos, Beatriz Chirife, Joana Évora, Laura Gomes, Margarida Gonçalves, Maya Alves Kadri, Laura Martins, Tiago Matos, Virgílio Melo, Filipa Oliveira, Filipe Pires, Sofia Romão, Afonso Santos, Helena Teixeira, Sara Valentim, Mariana Vieira e Hugo Xavier. O Intrecâmbio entre a EMNSC e a EACN inclui a audição das Turmas de Tecnologia e Composição da EMNSC, a entrega dos prémios do Concurso de Composição da Associação de Estudantes da EMNSC 2017/18, a audição do projecto Nova Música para Novos Músicos dos alunos da EACN e a exposição O Tempo que Passou Sem dar Conta Que Passou de Inês Vales.
Masterclasses Internacionais para COMPOSITORES . Festival DME - KyIv Contemporary Music Days

Quatro compositores editados pelo MIC.PT - Jaime Reis na qualidade de tutor de composição, assim como João Pedro Oliveira, Carlos Caires e António de Sousa Dias, que conduzirão oficinas de composição - vão participar nas 4th International Masterclasses for Composers, organizadas pela plataforma para a nova música KCMD (Kyiv Contemporary Music Days) e pelo Festival DME (Dias de Música Electroacústica) - a decorrer entre 12-16 de Junho em Lisboa (Espaço Lisboa Incomum). Outros compositores e músicos convidados para este evento são: Hans Tutschku (tutor de composição, Alemanha), Dimitris Andrikopoulos (oficínas de composição, Grécia - Portugal), Nina Janssen-Deinzer (clarinete, Alemanha), Yuri Matsuzaki (flauta, Japão - Alemanha), Junya Makino (violino, Japão - Suiça) e Miłosz Drogowski (violoncelo, Polónia). Os Masterclasses serão acompanhados pelos espectáculos do Festival KCMD dedicado à nova música, que vai decorrer entre os dias 11 e 20 de Junho. O evento contará com a patricipação dos intérpretes: Ana Telles (piano), Ana Cláudia de Assis (piano), assim como membros do Ensemble Modern e Ensemble Modern Academy, entre outros. O programa detalhado do Festival será anunciado brevemente e incluirá obras de Jorge Peixinho (compositor editado pelo MIC.PT), Karlheinz Stockhausen, Emmanuel Nunes, György Ligeti, Jean-Sébastien Béreau, György Kurtág, Fausto Romitelli, Olivier Messiaen e Helmut Lachenmann, entre outros compositores.
Compositores Portugueses no ICLI 2018 . International Conference on Live Interfaces

Vários compositores portugueses editados pelo MIC.PT - Paulo Ferreira-Lopes, Filipe Lopes, Rui Penha e Pedro Rebelo; e ainda Tiago Ângelo, Gilberto Bernardes, Clara Cardoso, Joana Chicau, Nuno N. Correia, José Alberto Gomes, Pedro Louzeiro, Ricardo Mendes, Henrique Portovedo (entre outros artistas e investigadores); são participantes da ICLI 2018 - International Conference on Live Interfaces, a decorrer entre os dias 14 e 16 de Junho no Porto (FBAUP . Passos Manuel . Casa da Música). O objectivo deste evento, com o programa constituído por apresentações de trabalho científico, simpósios e performances, é a reflexão sobre o uso dos "live interfaces" em processos ligados à criação no contexto das artes performativas.
Novidades MIC​.​PT
Daniel Davis . Nova Página de Compositor no MIC.PT

A partir do inicio de Junho o MIC.PT disponibiliza on-line uma nova Página de Compositor dedicada a Daniel Davis. Este jovem criador nasceu em 1990 no Porto e estudou Composição na Escola Superior de Música de Lisboa, inclusivamente com: Sérgio Azevedo, António Pinho Vargas, Luís Tinoco, Carlos Marecos, João Madureira, José Luís Ferreira e Carlos Caires. Em 2016 Daniel Davis terminou o Mestrado na ESML e foi convidado pelo Departamento de Composição da Guildhall School of Music & Drama, para realizar o Doutoramento em Composição, com o apoio do Departamento de Investigação da mesma escola inglesa e da Fundação Gulbenkian. Em 2014 foi laureado com o 1.º Lugar na 3.ª edição do Concurso de Composição Antena 2/SPA. Neste contexto a sua obra ...from the last breath foi estreada pela Orquestra Gulbenkian e Pedro Carneiro (maestro). Como compositor Daniel Davis participou, por um lado, em várias iniciativas a nível nacional, como foi o caso do Teatro Musical Baú da Descoberta (2015); ou do projecto Musicalmente, onde compôs um Concerto para Bebés (2016). Na Temporada 2014-15 foi ainda Compositor Residente da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras. Por outro lado, a sua música tem passado por vários palcos nacionais e internacionais, como a Casa da Música, Auditório Vianna da Motta (ESML), Fundação Gulbenkian, Milton Court Music Hall (Londres) e Auditório Atis Mons (França), entre outros.
Actualidade
Estreias de obras de Compositores Portugueses na Semana da Composição 2018 da ESML

A Semana da Composição 2018 (conferências, debates, concertos) da Escola Superior de Música de Lisboa, com o objectivo de apresentar publicamente novas obras criadas por jovens compositores e estudantes de composição, ao mesmo tempo incentivando jovens músicos a interpretarem a música da actualidade, decorreu entre os dias 14 e 20 do passado mês de Maio. O evento foi organizado em colaboração entre as Classes de Composição, Instrumento, Canto e Tecnologias da Música, no âmbito do projecto Criação, Circulação, Registo e Edição de Obras de Música Portuguesa Contemporânea, apoiado pela FCT e pelo FEDER no âmbito do projecto PT2020. Neste sentido foram estreadas numerosas novas peças de alunos de composição, jovens compositores e dos seus professores; são elas (cronologicamente, de acordo com a data de estreia): Rotina Urbana para ensemble de sopros e percussão de André Simões . Spinning II para piano a 4 mãos de José Luís Ferreira . Extraterrestres para flauta, violoncelo e piano de Simão Bárcia . Palácio de Cristal de João Damas . Lembranças I para quinteto de cordas, harpa e flauta de bisel alto de André Lisboa . Song of Happiness para um performer de electrónica solo de Jorge Ramos . Definições para coro de Rodrigo Cardoso . Positive messages in a falling apart world para ensemble de Olívia Silva . 2458208 para ensemble de Nuno Trocado . Um Ressoar Cêntrico Dourado para ensemble de Solange Azevedo . Esconder-se no multiverso para ensemble de Lucas Rei Ramos . Ausência para ensemble de José Maciel . Arritmia interpolada para quarteto de guitarras de André Mota . Idílio para piano de Bernardo Beirão . Quanto Morre Um Homem para tenor e piano de Eduardo Marques . Nothingness as an Emergence para violoncelo preparado e electrónica de João Carlos Pinto . Hexagramas para piano a 4 mãos de Luís Mandacaru . Richiami II para flauta, oboé, corne inglês e percussão e Le domande di Aldo para quarteto de saxofones e electrónica de Giovanni Zaniol . Submerso para quarteto de cordas de Inês Lopes . De tanta ânsia, emudeci para clarinete solo de Bernardo Beirão . Disruption para ensemble de Paulo Novado . Run para ensemble de Pedro Nunes . Linhas para fagote solo de Inês Matos . Meditações sobre Simbiose, Reverberação e Eco para saxofone tenor e violoncelo de Luís Mandacaru . Colagens sobre Bach, acusmática, de Pedro Beirão . Saara para violino solo de Sérgio Lopes . Memória/Okiya Flor , ópera de câmara, para 2 sopranos, mezzo, 2 barítonos e coro, de Érica Liane.
Agenda Catálogo de Partituras MIC.PT Espaço Crítica para a Nova Música PT MIC.PT EN MISOMUSIC.COM MIC.PT Youtube IAMIC Facebook Desactivar Subscrição