TIAGO CUTILEIRO EM FOCO NO MIC​.​PT EM NOVEMBRO
Este mês de Novembro a secção Em Foco do MIC.PT é dedicada à obra de Tiago Cutileiro, compositor e artista sonoro, cujo trabalho se foca na relação entre a realidade (não-narrativa) e a artificialidade (narrativa) na música e nas artes.
Os inícios do percurso musical de Tiago Cutileiro são marcados pelos estudos de Guitarra Clássica e Piano, e logo pela improvisação nestes dois instrumentos - uma vertente que sempre “o cativou, muito mais do que tocar a música dos outros”. Posteriormente o compositor estudou Composição no Conservatório de Música de Lisboa e na Universidade de Évora, tendo também participado em diversas Masterclasses, nomeadamente com Emmanuel Nunes, Salvatore Sciarrino, John Chowning, Leo Brouwer, Agostino di Scipio e Barry Truax.
Em 2014 Tiago Cutileiro concluiu o Doutoramento em Composição sobre a não-narratividade na música contemporânea e a sua relação com géneros musicais tradicionalmente narrativos - neste contexto compôs a ópera Tudo Nunca Sempre o Mesmo Diferente Nada (2014). Dos seus trabalhos mais recentes destaca-se também a obra A Verdade e a Realidade (2017), uma conferência composta de textos, música e elementos de encenação.
Como vê Tiago Cutileiro o papel de compositor hoje em dia? Como determina no seu trabalho a relação entre o “raciocínio” e os “impulsos” criativos? E como define a sua postura estética? Respostas a estas e outras perguntas poderão ser encontradas na nossa rubrica Em Foco de Novembro sobre o trabalho criativo deste compositor editado pelo MIC.PT, ao qual dedicamos o 16.º Dossier da série das edições digitais: Dossiers . Compositores Portugueses dos séculos XX e XXI. A partir de agora o Dossier de Tiago Cutileiro está disponível on-line no nosso portal.
(Foto: © João E. Cutileiro)
actividades dos compositores editados pelo mic​.​pt
Compositores portugueses no EAW2017 - Synchresis

A Conferência Internacional Electroacoustic Winds 2017: SYNCHRESIS - Audio Vision Tales, organizada pelo Centro de Investigação em Música Electroacústica (CIME), Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md), Instituto de Investigação em Media Design e Cultura (ID+) e o grupo DigiMedia - Digital Media and Interaction (CIC.Digital), vai decorrer entre os dias 13 e 17 de Novembro no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro. O programa do evento, que procura estabelecer pontes entre a criação musical, o design e paisagens sonoras e ainda os novos media, consta em apresentações, entre as quais várias serão realizadas pelos compositores editados pelo MIC.PT: Isabel Soveral, Rui Penha, Paulo Ferreira-Lopes, António de Sousa Dias, Carlos Alberto Augusto, Eduardo Luís Patriarca, António Chagas Rosa e Miguel Azguime. A vertente teórica no EAW2017 será acompanhada por uma abordagem prática no contexto de workshops, cujos participantes irão ganhar experiência no uso de novos meios informáticos, simultaneamente conhecendo as mais recentes formas de abordar criativamente o som e a imagem. Finalmente, o EAW2017 inclui também vários espectáculos e concertos, entre os quais as óperas Itinerário do Sal (2006) de Miguel Azguime e Magdala (2017) de Eduardo Luís Patriarca.
Pedro Rebelo

Pedro Rebelo, compositor editado pelo MIC.PT, é investigador principal no projecto The Mozambique Case Study, que explora a capacidade da arte sonora para transformar conflitos. Este programa baseia-se em métodos participativos, exercendo um impacto directo nas comunidades da capital moçambicana - Maputo. O projecto combina abordagens etnográficas com pesquisa sonora, explorando o impacto da guerra na sociedade moçambicana, para criar uma obra participativa áudio-visual - uma reflexão sobre a relação entre o som e o conflito. A apresentação da obra Por Trás de Uma Performance, pelo Grupo de Tufo da Mafalala, Pedro Rebelo, Matilde Meireles e Iñigo Sanchez, vai decorrer a 12 de Novembro no Mafalala Festival em Maputo.
Gonçalo Gato

A obra para flauta solo A Walk in the Countryside (2016) de Gonçalo Gato representará Portugal na próxima edição do World New Music Days da Sociedade Internacional da Música Contemporânea (ISCM), que esta vez decorrerá em Vancouver no Canadá, de 2 a 8 de Novembro. A peça deste compositor editado pelo MIC.PT, escolhida para o Festival através da candidatura oficial da Miso Music Portugal enquanto Secção Portuguesa da ISCM, será apresentada pelo flautista Mark Takeshi McGregor no concerto intitulado Event and Memory . Music for Solo Instruments, que terá lugar no dia 6 de Novembro. Com a duração de cerca de 5 minutos, a peça A Walk in the Countryside foi encomendada a Gonçalo Gato pelo Ensemble Recherche.
João Castro Pinto

A obra Re-Ciclo (2017) de João Castro Pinto, incluída no álbum deste compositor editado pelo MIC.PT, ESOFONIA - obras acusmáticas (1999-2017), que foi lançado pela Miso Records a 7 de Outubro no O'culto da Ajuda em Lisboa, será apresentada em Cracóvia na Polónia, a 22 de Novembro no Audio Art Festival, juntamente com outras peças escolhidas para este evento no âmbito da CIME/ICEM - Confederação Internacional de Música Electroacústica. Re-Ciclo incide na exploração musical de duas ideias fundamentais: a da recorrência dos fenómenos, patente na natureza cíclica da realidade, e da recomposição/reformulação.
António Ferreira

A obra acúsmtatica About the Shovel and the Atom (2017) de António Ferreira, compositor editado pelo MIC.PT, será apresentada no próximo dia 8 de Novembro em Córdoba (Argentina), no âmbito do evento XXI Jornadas Internacionales de Música Electroacústica (6-8 de Novembro), co-organizado pela Confederação Internacional de Música Electroacústica (CIME) da qual o MIC.PT é membro. A peça de António Ferreira recentemente editada pela Miso Records na edição monográfica SoundAbility . composições electroacústicas 2000-2017 do compositor, foi inspirada no livro Voices from Chernobyl da escritora ucraniana Svetlana Alexievich.
Igor C. Silva

Um concerto com música de Igor C. Silva irá decorrer a 8 de Novembro, no âmbito do festival Sounds of Music em Groningen nos Países Baixos. O programa desta performance realizada pelo Trash Panda Collective inclui quatro obras deste compositor editado pelo MIC.PT: Smart-alienation (2016) para um pequeno ensemble flexível, electrónica e vídeo; Plastic Air (2016) para duo flexível, electrónica e vídeo/luz; Static on my fingers (2017) para grupo de improvisadores, electrónica e vídeo; e Your Trash (2016) para percussão, electrónica e vídeo. Adicionalmente, no âmbito do mesmo evento Igor C. Silva e o pianista Philip Thomas farão uma apresentação para falar do seu trabalho, assim como da música de John Cage, e ainda a música nos tempos da arte multimédia.
Jaime Reis

A obra electroacústica Fluxus, Lift de Jaime Reis, compositor editado pelo MIC.PT, será apresentada durante o concerto organizado no âmbito do projecto MUSLAB 2017 pela associação Ars Contemporánea por ocasião da Noite dos Museus em Buenos Aires na Argentina. O programa deste evento inclui também peças de seis outros compositores do mundo inteiro - nomeadamente de França, México, Espanha, Itália e Argentina - e ainda uma obra do compositor português Cláudio de Pina (Book of Eternal Brass composta em 2016/17). Em Novembro a peça Fluxus, Lift composta por Jaime Reis em 2013, será também apresentada no contexto do evento Electroacoustic Music Days 2017 que irá decorrer entre os dias 24 e 26 de Novembro na Ilha de Creta.
[ka'mi]

A obra Étude de Symétrie Organologique et Ergonometrique (2005/09) para piano de [ka’mi], compositor editado pelo MIC.PT, será estreada a 25 de Novembro em Tóquio, Japão (ART EXPO), pelo Phidias Trio Tokyo - Kai Fumiko, Ryuta Iwase e Eri Kawamura. O programa deste concerto consta também de várias peças de compositores japoneses. Também em Novembro (dias 13, 15 e 17), a peça electroacústica de [ka’mi] Xenakis’sche Grauwacke I (2012) será apresentada no âmbito do OUA Electroacoustic Music Festival 2017 no Art Information Center Corridor Gallery - Osaka University of Arts no Japão. O programa deste concerto inclui também uma peça de Jorge Ramos (Project 2).
Amílcar Vasques-Dias

Em Novembro a pianista Joana Gama continua a digressão com os recitais Viagens na Minha Terra que incluem na sua programação a obra para piano Lume de Chão (2003/04) de Amílcar Vasques-Dias, compositor editado pelo MIC.PT. Além deste ciclo constituído por 13 peças, o programa destes recitais consta também do ciclo Viagens na Minha Terra (1969) de Fernando Lopes-Graça, cujo título nos remete para a obra homónima de Almeida Garrett. Este mês Joana Gama vai apresentar Viagens na Minha Terra a 12 de Novembro em Paris (Maison du Portugal) e ainda nos Açores - no dia 17 no Teatro Micaelense (Ponta Delgada) e no dia 21 na Biblioteca Pública da Horta.
João Madureira

Obras de João Madureira realizadas a partir de poemas de Ana Hatherly (inclusive: Três Momentos para Ana Hatherly de 2003), e intercaladas com várias peças de música barroca, serão apresentadas no próximo dia 5 de Novembro no âmbito da exposição do Museu Calouste Gulbenkian - Ana Hatherly e o Barroco, aberta até ao dia 15 de Janeiro de 2018. Na sua actividade artística, João Madureira frequentemente homenageia outros artistas portugueses, sendo que a criação de Ana Hatherly (1929-2015), professora, escritora e artista plástica, desempenha um papel particular na procura deste compositor editado pelo MIC.PT de uma música como metalinguagem, que se insere num todo cultural.
João Pedro Oliveira

A gravação vídeo da obra de João Pedro Oliveira In Tempore (2000) - em versão com piano e video mapping - está incluída na nova edição DVD Ouver - Projetos interdisciplinares em música, lançada pela Associação Nacional de Pesquisa e Pos-graduação em Música (ANPPOM), fundada em 1988 com o intuito de promover e consolidar a pesquisa e a pós-graduação em música no Brasil. Outra peça de João Pedro Oliveira, compositor editado pelo MIC.PT - Neshamah (2015) para electrónica e vídeo - estará em exibição permanente no Kuraia Festival, que irá decorrer entre os dias 7 e 14 de Novembro no Musikene - Centro Superior de Música del País Basco (Donostia/San Sebastián, Espanha).
Luís Antunes Pena

O trio Ruído Vermelho constituído pelo compositor editado pelo MIC.PT Luís Antunes Pena, percussionista Nuno Aroso e violoncelista Francesco Dillon estará em residência em Veneza em Itália entre 7 e 9 de Novembro (Biennale di Venezia 2017, Studio Venezia/Pavilhão Francês). Neste contexto os músicos vão apresentar duas obras de Luís Antunes Pena: Três Quadros Sobre Pedra (2008) e Música para 30 Metais (2012). Os espectáculos do trio Ruído Vermelho - cada um deles com uma dramaturgia original - incluem elementos de improvisação e o uso da tecnologia musical, misturando meios digitais com analógicos. No dia 10 o Ruído Vermelho apresentar-se-á também em Milão.
José Carlos Sousa

A obra alliveS (2017) para guitarra e electrónica de José Carlos Sousa foi estreada no passado dia 19 de Outubro no âmbito do VIII Festival de la Guitarra de Sevilla em Espanha. A interpretação desta peça, encomendada a este compositor editado pelo MIC.PT pelo mesmo festival, foi interpretada pelo jovem guitarrista italiano Giuseppe Mennuti. Adicionalmente, em Outubro José Carlos Sousa, professor de Composição e director pedagógico no Conservatório Regional de Música de Viseu Dr. José de Azeredo Perdigão, fez parte do júri dos concursos: II Concurso de Composição Manuel de Falla, e ainda do VIII Concurso Internacional de Guitarra Clássica de Sevilla.
Ricardo Matosinhos

Um artigo científico To Stop or Not to Stop - That is the Question escrito por Ricardo Matosinhos - compositor editado pelo MIC.PT - no âmbito do seu Doutoramento na Universidade de Évora, foi publicado na edição de Outubro de 2017 da revista da Internacional Horn Society The Horn Call. Trata-se de um artigo de interesse do ponto de vista interpretativo (trompistas), e do ponto de vista de notação (compositores). Neste sentido To Stop or Not to Stop - That is the Question é um ensaio sobre a notação das técnicas da mão direita na trompa, apontando para algumas razões relativas à confusão generalizada das técnicas de som bouché, som de eco, glissandos efectuados com a mão direita, surdinas e mesmo o som cuivré.
Patrícia Sucena de Almeida

Através da iniciativa de prof. Christopher Fox, coordenador editorial da revista Tempo (Review of New Music), a série de sete fotografias intitulada Clausum de Patrícia Sucena de Almeida, compositora editada pelo MIC.PT que também é artista fotógrafa, foi incluída na edição mais recente (volume 71 - edição 282 - Outubro de 2017) desta publicação periódica da Cambridge University Press dedicada à música da actualidade. A revista Tempo (Review of New Music) foi criada com o objectivo de documentar e estimular debates no quadro international da nova criação musical, enfatizando os desenvolvimentos musicais do século XX, e dando atenção à música nascida no fim do século passado e no inicio do século XXI.
Obras de compositores portugueses no projecto FRONTE(I)RA

Obras de três compositores editados pelo MIC.PT, Raiana (2017) de António de Sousa Dias, Moda da Oliveira (2017) de Rui Dias e Voces excipere (2017) de Jaime Reis fazem parte do espectáculo FRONTE(I)RA que será apresentado no próximo dia 18 de Novembro no Musée d'art et d'histoire de Saint-Denis em França. Este espetáculo junta em cena o grupo Soli-Tutti (doze cantores) e o Ensemble Instrumental de Castelo Branco (duo de violoncelo e contrabaixo, viola beiroa, acordeão, guitarra portuguesa). FRONTE(I)RA é um projeto de cooperação multimédia que reúne compositores, músicos e realizadores de Portugal, Espanha e França, tendo em vista a concepção de uma performance acerca das tradições culturais de um lado e do outro da “fronteira” da Península Ibérica. O programa do espectáculo inclui ainda obras de compositores espanhóis da Extremadura (Inés Badalo, Rebeca Santiago e Enrique Muñoz), de Jean-Philippe Dequin, assim como de Emmanuel Nunes, a quem o concerto é dedicado.
NOVIDADES MIC​.​PT
 
música hoje na antena 2
3 de Novembro de 2017, à 1h00
Música de João Castro Pinto

A propósito do lançamento, no passado mês de Outubro, no O'culto da Ajuda, em Lisboa, de um novo registo fonográfico da Miso Records com obras acusmáticas de João Castro Pinto, dedicamos o primeiro programa de Novembro a obras deste compositor que integram o seu novo álbum. O registo intitula-se ESOFONIA - obras acusmáticas 1999-2017, e inclui uma parte significativa do trabalho do compositor no terreno da composição electroacústica fixa sobre suporte.

17 de Novembro de 2017, à 1h00
CreativeFest#11

Este programa é dedicado à música improvisada, num momento em que se avizinha a realização do CreativeFest#11, um festival organizado pela Creative Sources Recordings e dedicado inteiramente à improvisação. Este festival que dá voz a uma área musical particularmente rica em Portugal com curadoria de Ernesto Rodrigues, será acolhido pela Miso Music Portugal e realizado no O'culto da Ajuda, em Lisboa, entre 21 e 25 de Novembro.
partituras mic​.​pt
O Catálogo de Partituras do MIC.PT, disponível online, inclui presentemente 971 obras de 63 compositores portugueses. A edição de partituras pelo MIC.PT tem como objectivo a distribuição de partituras de obras de compositores portugueses, fomentando e promovendo assim o conhecimento e a escolha de obras portuguesas por parte de instrumentistas, ensembles e programadores; e ainda o seu estudo no meio académico.
EDIçÕES DIGITAIS mic​.​pt
TIAGO CUTILEIRO
Dossier n.º 16 . Compositores Portugueses dos Séculos XX e XXI

Este mês de Novembro, no contexto da série dos Dossiers . Compositores Portugueses dos séculos XX e XXI, editamos e disponibilizamos on-line uma nova publicação - a versão portuguesa do Dossier n.º 16 dedicado a Tiago Cutileiro.

Edição: MIC.PT
novos CD no MIC​.​PT
João Castro Pinto
ESOFONIA . obras acusmáticas 1999-2017

Obras de João Castro Pinto: Impressões Sintéticas (1999) . Invocatio - ascribing soundimages into Silence (2009) . Interspersed Memories - on strings, murmurs and gongs (2012) . Simulacra - on discrete movements and dense textures (2013) . Pareidolia, ou dos jardins sonhados (2014) . Rugitus v.02 (2016) . Obsidia - dos sons invisíveis ou das imagens audíveis (2017) . Re-Ciclo (2017)
Edição: Miso Records
António Ferreira
SoundAbility . composições electroacústicas 2000-2017

Obras de António Ferreira . As Acúsmaticas: Ambidecst (2000) . A Horizontal do Vento (2001) . Wind Speaks to Stone (2005) . Fading into White (2008) . Urban (2013) . About the Shovel and the Atom (2017) . Anthropocene (2017) . As Miniaturas: Deambulatio (2008). Khamsin (2009) . Tempus Fugit (2012). Stereotomics (2013) . As Longas: Les Femmes Harmoniques (2002). Winter Space (2015). Long Flow (2016)
Edição: Miso Records
novos livros no MIC​.​PT
Compositores Portugueses Contemporâneos . Filipe Pires

Esta edição, preparada ainda em estreita colaboração com o compositor, integra textos de Jorge Lima Barreto, José Bettencourt da Câmara, Teresa de Macedo, Álvaro Salazar, Rosário Santana e Madalena Soveral, organizados por Pedro Junqueira Maia.



Edição: atelier de composição
estreias recentes
Manuel Durão
Yggdrasil

6 de Outubro, Theatro Circo, Braga
Orquestra Sinfónica Portuguesa
do Teatro Nacional de São Carlos
Cristóbal Soler . direcção musical
João Castro Pinto
Re-Ciclo

7 de Outubro, O'culto da Ajuda, Lisboa
João Castro Pinto . difusão sonora
Orquestra de Altifalantes da Miso Music Portugal
Fernando C. Lapa
canções do outro lado da rua

13 de Outubro, Cine Teatro Eduardo Brazão em Valadares, V. N. de Gaia
Orquestra Portuguesa de Guitarras e Bandolins
Fernando Marinho . direcção musical
António Ferreira
About the Love of Physics

14 de Outubro, O'culto da Ajuda, Lisboa
António Ferreira . difisão sonora
Orquestra de Altifalantes da Miso Music Portugal
José Carlos Sousa
alliveS

19 de Outubro, VIII Festival de la Guitarra de Sevilla, Espanha
Giuseppe Mennuti . guitarra
António Chagas Rosa
Reconditarmonia

19 de Outubro, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade NOVA, Lisboa
Joaquim Rocha . trombone
Carlos Caires
Os sons em volta
19 de Outubro, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade NOVA, Lisboa
Carlos Caires . electrónica
Luís Espirito Santo
Laços
19 de Outubro, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade NOVA, Lisboa
Grupo Musico-Teatral de Isto não é um Happening...
Isabel Pires
Amen for C
19 de Outubro, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade NOVA, Lisboa
João Dias . percussão
Isabel Pires . electrónica
Cláudio de Pina
Waiting for Capdeville
19 de Outubro, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade NOVA, Lisboa
Grupo Musico-Teatral de Isto não é um Happening...
António de Sousa Dias
Gamanço n.º 2
19 de Outubro, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade NOVA, Lisboa
Ângela Flores . violino
Mariana Aguiar . flauta transversal
Luís Mandacaru . trompete
António de Sousa Dias . electrónica
Pedro Moreno Beirão
Le pou
19 de Outubro, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade NOVA, Lisboa
Grupo Musico-Teatral de Isto não é um Happening...
Emmanuel Nunes
Un calendrier révolu
20 de Outubro, SWR Donaueschinger Musiktage 2017, Alemanha
Remix Ensemble Casa da Música
Emilio Pomàrico . direcção musical
Gonçalo Gato
Equilíbrio
21 de Outubro, O'culto da Ajuda, Lisboa
Sond'Ar-te Electric Ensemble
Sílvia Cancela . flauta
Nuno Pinto . clarinete
Elsa Silva . piano
Suzanna Lidegran . violino
Filipe Quaresma . violoncelo
Petter Sundkvist . direcção musical
António Fragoso
Noturno La ville d'automnne
21 de Outubro, CAE - Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz
Orquestra Atlântico
Artur Pinho Maria . direcção musical
Rui Paulo Teixeira
Monumento 21 - quadros sinfónicos Fragosianos
21 de Outubro, CAE - Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz
Manuel Araújo . piano
Orquestra Atlântico
Artur Pinho Maria . direcção musical
Luís Antunes Pena
The Hunter
27 de Outubro, Rymer Auditorium, The University of York, Reino Unido
Heather Roche . clarinete
Eva Zöllner . acordeão
Agenda Catálogo de Partituras MIC.PT Espaço Crítica para a Nova Música