FERNANDO C. LAPA EM FOCO NO MIC.PT EM JULHO
Este mês de Julho a secção Em Foco e mais um Dossier do MIC.PT, editado no contexto da série das edições digitais Dossiers . Compositores Portugueses dos Séculos XX e XXI, são dedicados a Fernando C. Lapa, compositor prolífico para quem na criação musical alguns dos aspectos mais importantes são a liberdade e a independência artística.
Nascido em 1950 em Vila Real, Fernando C. Lapa fez os seus estudos musicais no Conservatório de Música do Porto, onde concluiu o Curso Superior de Composição, na classe de Cândido Lima. No decorrer do seu percurso leccionou em diversas escolas como professor de Composição e Orquestração, entre outras disciplinas, nomeadamente no Conservatório de Música do Porto e na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo da mesma cidade. Ligado desde há muito ao mundo da música coral, Fernando C. Lapa dirigiu o Coro Académico da Universidade do Minho durante 16 anos.
Nas últimas três décadas o compositor criou um vastíssimo corpo de obra, que abrange concertos, repertório sinfónico e coral-sinfónico, óperas, música de câmara, obras para instrumento solo, bandas sonoras para cinema e teatro. Algumas delas são regularmente interpretadas em concertos tanto em Portugal como no estrangeiro.
Como Fernando C. Lapa descobriu o universo de composição? Qual o papel da literatura e poesia na sua criação? Qual o seu entendimento da palavra “vanguarda”? Qual a sua opinião sobre a música portuguesa da actualidade? A estas e outras perguntas irão encontrar respostas na nossa rubrica Em Foco de Julho, dedicada e este compositor editado pelo MIC.PT, cuja peça a menina, a lua e o mar inspirada na literatura de Mia Couto foi recentemente estreada, e que prepara, para breve, a sua nova ópera Mátria, sobre libreto de Eduarda Freitas, a partir de Miguel Torga.
(Foto: © Paulo Pimenta)
actividades dos compositores editados pelo mic.pt

Pedro Rebelo

Pedro Rebelo, compositor editado pelo MIC.PT, irá liderar, conjuntamente com Evan Parker, um encontro de músicos improvisadores que tem como objectivo explorar a relação entre o espaço e a improvisação, a decorrer de 7 a 16 de Julho, nos Jardins Efémeros em Viseu. De 7 de Julho a 7 de Agosto estará também em exibição nos Jardins Efémeros a instalação Vestido a Rigor, resultante de uma colaboração com BeAnotherLab num projeto participativo com moradores do Bairro Social de Paradinha. Simultaneamente, de 7 de Julho a 7 de Agosto, estará ainda exposta a instalação Listen to me! na Galeria INL em Braga, resultante da Instalação/Residência Iberian Nanotechnology Laboratory - Scale Travels.

Miguel Azguime

O Coro Infantil da Universidade de Lisboa dirigido por Erica Mandillo irá interpretar a obra Assombro de Miguel Azguime no próximo dia 6 de Julho no Concervatório de Turim (Itália), e no dia 15 na Aula Magna (Portugal). No dia 20 de Julho às 22h30 no Mosteiro de S.Bento da Vitória, o Miso Ensemble irá interpretar a terceira parte da Op-Era Itinerário do Sal de Paula Azguime e Miguel Azguime, numa apresentação integrada no ELO Conference, no Porto. Ainda em Julho, Miguel Azguime, compositor editado pelo MIC.PT, terá a sua obra Orbital Shift Variations interpretada pelo Drumming - Grupo de Percussão no Teatro Helena Sá e Costa, no dia 26 às 21h30.
Igor C. Silva

Igor C. Silva, compositor editado pelo MIC.PT, irá ter as suas obras Drive_! e Gin#122 interpretadas por André Dias no Festival Tomarimbando em Tomar, no dia 11 de Julho. O compositor irá ter ainda a estreia em Portugal de Smart-alienation e a intepretação da sua obra Numb pelo Trash Panda Collective no II EURSAX – CONGRESSO EUROPEU DE SAXOFONE, a decorrer entre 11 e 14 de Julho, na Casa da Música.

Jaime Reis

No dia 1 de Julho, o compositor editado pelo MIC.PT, Jaime Reis, irá apresentar uma conferência intitulada Emmanuel Nunes, “counterpoint of parameters” and ideas on “micro”, no encontro Symposium Mikrotöne: Small is beautiful 2017, em Salzburgo (Áustria). De 4 a 6 Julho irá decorrer o DME 35|54, encontro organizado por Jaime Reis, na Casa Municipal da Cultura de Seia. O compositor irá ter também a sua obra Voces excipere interpretada novamente pelo Ensemble "Soli-Tutti", no dia 9 na Gulbenkian, e no dia 14 terá a sua obra dimensionless sound B interpretada por Ana Telles e Pierre-Yves Artaud no 2º encontro FLAUTUÉ, na Universidade de Évora. Por fim, o compositor editado pelo MIC.PT irá ainda interpretar, juntamente com o KontakteDuo, a obra Kontakte para piano, percussão e electrónica de Karlheinz Stockhausen, no Festival Format Raisins em França, no dia 22.

João Pedro Oliveira

A obra Neshamah (vídeo e eletroacústica) de João Pedro Oliveira recebeu o prémio para a melhor banda sonora original no Frostbite International Film Festival. Esta obra foi ainda selecionada para os festivais de cinema 3rd Minikino Film Week 2017 e International Meeting on Video-dance and Video-performance. O compositor editado pelo MIC.PT irá ter a estreia da sua obra Derivative I para violino solo, interpretada por Alessandro Cazzatto, no dia 13 de Julho, no Carnegie Hall (Nova Iorque). No dia 14 de Julho, a sua obra entre o ar e a perfeição irá ser interpretada no 2º FLAUTUÉ - Festival de Flauta Transversal, na Universidade de Évora. João Pedro Oliveira terá ainda a sua obra Petals apresentada no 25º Festival Internacional de Animação do Brasil - ANIMA MUNDI 2017, de 18 a 23 de Julho no Rio de Janeiro, e de 26 a 30 de Julho em São Paulo (Brasil).
DME35|54
A 35ª edição do Festival DME na região da Serra da Estrela (54ª de todas as edições), a decorrer entre 4 e 6 de Julho, e organizada pelo compositor editado pelo MIC.PT, Jaime Reis, irá contar com a apresentação de obras dos compositores editados pelo MIC.PT João Pedro Oliveira, Carlos Marecos e [ka'mi], assim como um concerto monográfico de Dimitris Andrikopoulos e obras dos compositores Alexandre Rodrigues e Tiago Matos.
Soli-Tutti
O Ensemble "Soli-Tutti”, dirigido por Denis Gautheyrie, irá voltar a interpretar as obras Voces excipere de Jaime Reis, Raiana (#2) de António Sousa Dias, e Moda da Oliveira de Rui Dias, compositores editado pelo MIC.PT, assim como a obra Vislumbre de Emmanuel Nunes, num concerto na Fundação Gulbenkian no dia 9 de Julho.
II EURSAX
Entre 11 e 14 de Julho irá decorrer na Casa da Música o II EURSAX – CONGRESSO EUROPEU DE SAXOFONE, onde irão ser interpretadas, entre outras, as obras dos compositores editados pelo MIC.PT Smart-alienation e Numb de Igor C. Silva, Vendaval de Christopher Bochmann pelo saxofonista Rob Buckland e a Banda Sinfónica Portuguesa dirigida por Francisco Ferreira, e Before The Devil Knows de Nuno Figueiredo pelo saxofonista Henrique Portovedo e o Sond'Ar-te Electric Ensemble dirigido por Lars Mlekusch.
ACTUALIDADE
 
música hoje na antena 2

14 de Julho, à 1h00
Presença da Música Portuguesa no Festival World New Music Days da Sociedade Internacional de Música Contemporânea da UNESCO - #1

Em Julho Música Hoje inicia um ciclo de programas que se prolongará até ao final de Setembro durante o qual iremos visitar as várias obras de numerosos compositores portugueses da actualidade que representaram Portugal nos festivais World New Music Days, desde 2000 até hoje.
A edição de 14 de Julho traz-nos a música de João Rafael, Miguel Azguime e Isabel Soveral.

28 de Julho, à 1h00
Presença da Música Portuguesa no Festival World New Music Days da Sociedade Internacional de Música Contemporânea da UNESCO - #2

Dando continuidade à primeira emissão de Julho, o segundo Música Hoje deste mês irá continuar a apresentar as várias obras dos compositores portugueses da actualidade que representaram Portugal nos festivais World New Music Days, desde 2000 até hoje.
A edição de 28 de Julho traz-nos a música de Pedro Amaral, Luís Tinoco e Cândido Lima.

11 de Agosto, à 1h00
Presença da Música Portuguesa no Festival World New Music Days da Sociedade Internacional de Música Contemporânea da UNESCO - #3

A primeira emissão de Agosto de Música Hoje prossegue o ciclo dedicado a apresentar as várias obras dos compositores portugueses da actualidade que representaram Portugal nos festivais World New Music Days, desde 2000 até hoje.
A edição de 11 de Agosto traz-nos a música de Paulo Ferreira-Lopes, Vítor Rua, João Madureira e Luís Antunes Pena.

25 de Agosto, à 1h00
Presença da Música Portuguesa no Festival World New Music Days da Sociedade Internacional de Música Contemporânea da UNESCO - #4

A segunda emissão de Agosto de Música Hoje prossegue o ciclo dedicado a apresentar as várias obras dos compositores portugueses da actualidade que representaram Portugal nos festivais World New Music Days, desde 2000 até hoje.
A edição de 25 de Agosto traz-nos a música de Miguel Azguime, Hugo Ribeiro e Bruno Gabirro.

partituras mic.pt
O Catálogo de Partituras do MIC.PT, disponível online, inclui presentemente 971 obras de 63 compositores portugueses. A edição de partituras pelo MIC.PT tem como objectivo a distribuição de partituras de obras de compositores portugueses, fomentando e promovendo assim o conhecimento e a escolha de obras portuguesas por parte de instrumentistas, ensembles e programadores; e ainda o seu estudo no meio académico.
EDIçÕES DIGITAIS mic.pt
FERNANDO C. LAPA
Dossier n.º 14: Compositores Portugueses dos Séculos XX e XXI
Este mês de Julho, no contexto da nova série dos Dossiers . Compositores Portugueses dos séculos XX e XXI, editamos e disponibilizamos on-line uma nova publicação - a versão portuguesa do Dossier n.º 14 dedicada a Fernando C. Lapa. A série Dossiers: Compositores Portugueses dos séculos XX e XXI, tem como objectivo promover o trabalho das compositoras e dos compositores portugueses da actualidade, constituindo uma "introspecção" no trabalho de cada um dos criadores, sendo simultaneamente um incentivo para investigar e (re)descobrir a sua música, assim como a sua reflexão estética e filosófica. Cada um dos Dossiers é composto de uma nota biográfica, questionário/entrevista ou artigo musicológico, catálogo de obras com duas ordenações (por instrumentação e por ordem cronológica) e discografia.

Neste momento no MIC.PT estão disponíveis os seguintes Dossiers: Dossier n.º 1 . Paulo Ferreira-Lopes; Dossier n.º 2 . Sara Carvalho; Dossier n.º 3 . António Ferreira; Dossier n.º 4 . António Chagas Rosa; Dossier n.º 5 . Bruno Gabirro; Dossier n.º 6 . Christopher Bochmann; Dossier n.º 7 . Patrícia Sucena de Almeida; Dossier n.º 8 . Miguel Azguime; Dossier n.º 9 . Ricardo Ribeiro; Dossier n.º 10 . Pedro Rebelo; Dossier n.º 11 . Vítor Rua; Dossier n.º 12 . João Madureira; Dossier n.º 13 . António de Sousa Dias e Dossier n.º 14 . Fernando C. Lapa.
estreias recentes
Miguel Azguime
Orbital Shift Variations

2 de Junho, O'culto da Ajuda, Lisboa, Portugal
Drumming Marimba Quartet:
Pedro Gois, marimba
André Dias, marimba
João Dias, marimba
Miguel Bernat, marimba
José Alberto Gomes
No Moon

2 de Junho, O'culto da Ajuda, Lisboa, Portugal
Drumming Marimba Quartet:
Pedro Gois, marimba
André Dias, marimba
João Dias, marimba
Miguel Bernat, marimba
Emanuel Dimas de Melo Pimenta
Terra

14 de Junho, Trinity Chapel, De Montfort University, Leicester, Inglaterra
Audrey Riley, violoncelo
Amilcar Vasques-Dias
Chamilly, Mon Amour, Uma história de Soror Mariana Alcoforado a partir de “Cartas Portuguesas”

16 de Junho, Convento dos Capuchos, Almada, Portugal
Helena da Nóbrega, libreto
Luís Antunes Pena
Música Para 30 Metais

17 de Junho, O'culto da Ajuda, Lisboa, Portugal
Nuno Aroso, percussão
Jaime Reis
Omniscience is a Collective

17 de Junho, O'culto da Ajuda, Lisboa, Portugal
Nuno Aroso, percussão
Daniel Schvetz
A Conferência dos Pássaros, ópera em 5 actos, para solistas, coro e orquestra (a partir do poema de Farid Ud-Din Attar)

17 de Junho, Grande Auditório, CCB, Lisboa, Portugal
Coro e Orquestra do Atelier Musical da Escola de Música do Conservatório Nacional
Jean Claude Carrière, libreto
Ricardo Mateus, direção musical
Teresa Cordeiro, preparação e direção coral
Rúben Saints, Encenação e movimento
Alunos da FAUL orientados por José Manuel Castanheira, Cenografia
Orana Alves, tradução do libreto
Escola de Música do Conservatório Nacional, produção
Pedro Amaral
Beaumarchais

22 de Junho, Teatro Nacional D. Maria II, Portugal
Orquestra Gulbenkian
Pedro Amaral, Maestro
Jorge Andrade, Encenação
Luís Rodrigues, Barítono (Conde Almaviva)
Carolina Figueiredo, Mezzo-Soprano (Condessa Rosina)
André Henriques, Barítono (Figaro)
Joana Seara, Soprano (Susanna)
Marcos Alves dos Santos, Tenor (D. Basílio, D. Curzio, Béagearss)
Eduarda Melo, Soprano (Marcellina, Florestina)